Violência e cidadania : práticas sociológicas e compromissos sociais

Ainda mais, o aumento dos processos estruturais de exclusão social pode vir a gerar a expansão das práticas de violência como norma social particular, vigente em vários grupos sociais enquanto estratégia de resolução de conflitos, ou meio de aquisição de bens materiais e de obtenção de p...

Full description

Main Author: Alex Niche Teixeira
Other Authors: José Vicente Tavares dos Santos, Maurício Russo
Format: eBook
Published: SciELO Books - Editora da UFRGS 2011
Subjects:
Online Access:
Collection: Directory of Open Access Books - Collection details see MPG.ReNa
LEADER 03014nmm a2200301 u 4500
001 EB001809683
003 EBX01000000000000000976129
005 00000000000000.0
007 cr|||||||||||||||||||||
008 180412 |||
020 |a 9788538603863 
100 1 |a Alex Niche Teixeira 
245 0 0 |a Violência e cidadania : práticas sociológicas e compromissos sociais  |h Elektronische Ressource 
260 |b SciELO Books - Editora da UFRGS  |c 2011 
300 |a 1 electronic resource ( p.) 
653 |a Social sciences (General) 
653 |a SOCIAL SCIENCE 
700 1 |a José Vicente Tavares dos Santos 
700 1 |a Maurício Russo 
989 |b DOAB  |a Directory of Open Access Books 
856 |u http://books.scielo.org/id/ycrrp 
856 |u http://www.doabooks.org/doab?func=fulltext&rid=25494  |z Description of rights in Directory of Open Access Books (DOAB): Attribution (CC by) 
082 0 |a 300 
520 |a Ainda mais, o aumento dos processos estruturais de exclusão social pode vir a gerar a expansão das práticas de violência como norma social particular, vigente em vários grupos sociais enquanto estratégia de resolução de conflitos, ou meio de aquisição de bens materiais e de obtenção de prestígio social, significados esses presentes em múltiplas dimensões da violência social e política contemporânea. Estamos em presença de um social heterogêneo, no qual nem indivíduos nem grupos parecem reconhecer valores universais. Esse contexto dá origem a múltiplas lógicas de ação coletiva e a forças sociais diversas, em uma sociedade fragmentada e heterogênea 
520 |a Os temas analisados indicam que uma sociologia das conflitualidades, no tempo atual, deve ser situada no contexto dos efeitos do processo de mundialização da sociedade e da economia, os quais produzem transformações na estrutura e no espaço social das diversas regiões do planeta, desencadeando novos conflitos sociais e novas formas de conflitualidades. A questão das conflitualidades, das formas de violência, das metamorfoses do crime, da crise das instituições de controle social configura-se pela emergência de lutas sociais protagonizadas por outros agentes sociais com diversas identidades oponentes e pautas de reivindicações.  
520 |a O livro é resultado de uma série de estudos sociológicos realizados pelo Grupo de Pesquisa Violência e Cidadania da UFRGS, desde a década de 1990, partindo de uma conjuntura política e teórica que levou a pesquisar novas questões sociais globais, em particular as dimensões da violência, do crime e do controle social, vivenciando um movimento teórico fecundo, mundializado e inovador de uma prática sociológica na Era da Mundialização das Conflitualidades. O deslocamento do olhar sociológico para a sociedade global possibilitou a passagem para uma sociologia das conflitualidades no processo da mundialização.